• Rua José Bonifácio 2355 sala 812 - Santa Maria - RS
  • Seg à Sex - 8h às 12h - 14h às 18h

Doação de medula óssea

As chances de encontrar uma medula óssea compatível para um paciente são raras, podendo chegar 1 em 100 mil! Por isso, ao se tornar um doador, você está ajudando a diminuir essa distância.

É preciso ter entre 18 e 55 anos de idade e estar em bom estado geral de saúde (não ter doença infecciosa ou incapacitante). Para se cadastrar, o candidato a doador deverá procurar o hemocentro mais próximo de sua casa para esclarecer dúvidas a respeito da doação.

Em seguida, será feita a coleta de uma amostra de sangue (10ml) para a tipagem de HLA (exame de histocompatibilidade que identifica as características genéticas de cada indivíduo). Os dados do doador são inseridos no cadastro do Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) e, sempre que surgir um novo paciente, a compatibilidade será verificada. Uma vez confirmada, o doador será consultado para decidir quanto à doação.

É possível se cadastrar como doador voluntário de medula óssea nos hemocentros localizados em todos os estados do país.

👉 Consulte no endereço http://redome.inca.gov.br/doador/hemocentros o hemocentro mais perto de você.

Um doador de medula óssea deve manter seu cadastro sempre atualizado.

👉 Caso haja alguma mudança, atualize pelo endereço http://redome.inca.gov.br/doador-atualize-seu-cadastro

Fonte: GRAACC